07/06/2007

Que nojo, senhores!

Maria das Dores Meira, a indigente usurpadora do lugar de presidente da Câmara de Setúbal, afirmou ontem que o esforço de investimento na beneficiação de alguns equipamentos da cidade para as comemorações do 10 de Junho deverá ascender a “cerca de 510 mil euros”.

A recuperação do edifício dos Paços do Concelho, beneficiação da Rua Antero de Quental (uma das principais entradas da cidade) pintura do Quartel do Onze, recuperação do edifício da AERSET (Associação Empresarial da Região de Setúbal) e beneficiação de espaços verdes, são algumas das obras em curso na cidade de Setúbal. Tudo feito à pressa para presidente ver. Por este exemplo, a senhora só se deve lavar por baixo quando vai ao ginecologista. Não estaranhem por isso o cheiro a bacalhau nas sessões de câmara.

Quando recebemos as pessoas na nossa casa fazemos questão de as receber bem”, justificou a autarca tonta e rídicula, assegurando numa pretensa pose de Estado, que o “esforço financeiro será quase integralmente suportado por diversas instituições e empresas do concelho”. Mentirosa! Como se os empresários fossem a Santa casa da Misericórdia...

A verdade é que todo o dinheiro está a sair do erário público, dos depauperados cofres municipais. Gosta de receber bem o Presidente, mas entretanto mantém no lodaçal centenas de trabalhadores, com excepção dos lhe lhe bajulam o cú disforme.

Maria das Dores Meira garantiu - mentindo com quantas próteses tem na boca suja - que a grande maioria das obras em curso já estavam programadas antes da escolha da cidade para as comemorações do 10 de Junho. Mentirosa! A ordem dada aos serviços municipais, antes da cavacal deslocação ser conhecida, foi a de que nem um cêntimo seria autorizado para obras.

Mas afinal por que espera o Estado para actuar? Quem analisa o fumo espesso da corrupção e do nepotismo? Quem analisa a Criativus e CIA. Lda? Quem inventaria os terrenos e as edificações do DURB a saque? Quem analisa o Rui Canas e sus muchachos? E já agora, por supuesto, su contabilidade criativa?

Quem autoriza que se gaste 300 - isso mesmo trezentos - euros por dia num carro de som do Rui Canas? Quem é o Fernando Travassos? E o Jorge Silva, para quem trabalha?

Algumas perguntas, uma só resposta: quando a polícia puxar a ponta do novelo, não escapa um. Nem o velho que agasalha a loura. Nem os milhares de euros no guarda-fatos do trapaceiro casal.

Bocage acordou anuncia aos seus leitores novidades para breve. Até lá, queremos garantir às nossas fontes, às nossas tágides, às nossas musas, que erectos e firmes, com ou sem rima, atacaremos a torpe Meira do cú disforme e das mamas de silicone.

A mais recente: a loura burra mirou o espelho e viu-se feia. Telefonou ao P.C. e perguntou se conhecia alguém mais belo do que ela. Do P. C. a resposta foi cruel: sem contar com os arredores são mais de mil. E a senhora, burra e má, determinou que lhe ocultassem a papada e ordenou a aquisição de uma sessão fotográfica. Em quanto ficou a gracinha?

3500 euritos, do cofrito vazio do munícipio!!! Se ninguém lhe deitar a mão, a loura até o P.C. vende.




Um comentário:

vsetubal disse...

Tenho orgulho em ser setubalense.Foi aqui que nasci é aqui que trabalho,é aqui que faço a minha vida,mas também é aqui que tenho os meus desgostos.A cidade não evolui,está tudo a cair de podre,a cidade não avança,esta parada ninguém faz nada pela cidade,isto parece uma cidade do 3 mundo.Em tempos fomos uma das cidades mais limpas do país,hoje estamos no topo das cidades mais sujas,isto para não falar da criminalidade etc.etc.
Fico estupefacto com o monumento que foi implantado pelo ex-autarca Carlos de sousa,sim sr. bela representaçao,akilo parece mais um sexo que sei lá o quê,sim aquele mamarracho que meteram em pé na av.,Tody,ainda não percebi bem o que significa mas também não tenho interesse.Esta autarquia deixa muito a desejar,só se preocupam com o bolso deles.A Zita Seabra é que tinha razão,o PCP nunca esteve interessado na democracia,nem na democracia nem na evolução e nós não somos cegos....